#PROJETO

antropologia para crianças I cinema

AI ACADEMIAS IMAGINáRIAS

um projeto CUSCA ARTE E COMUNIDADE I oficinas estudo do meio e cinema WAMÃE

 

Em 2020, financiada pela Fundação Calouste Gulbenkian, a Associação Cusca Arte e Comunidade iniciou um programa experimental na Escola António Sérgio, na Ajuda, em Lisboa. A Wamãe aceitou o desafio de desenvolver oficinas de estudo do meio e cinema.

Wamãe I Antropologia Pública
Wamãe I Antropologia Pública

Wamãe I Antropologia Pública
Wamãe I Antropologia Pública

Wamãe I Antropologia Pública
Wamãe I Antropologia Pública

Wamãe I Antropologia Pública
Wamãe I Antropologia Pública

1/14

 

A metodologia que desenvolvemos opera a dois níveis: Utiliza a imagem e o som para trabalhar conteúdos curriculares, e utiliza as técnicas de produção para promover o espírito de equipa entre as crianças do primeiro ciclo.

Com as crianças temos aprendido a incrível ferramenta que o som e a imagem representam quando se quer trabalhar escalas de espaço e de tempo. É este mapeamento de territórios reais, imaginários e históricos que temos trabalhado em conjunto, no constante ensaio que é a vida:

A arte de viver com a diferença.

AI Academias Imaginárias é um projeto com duração de dois anos, e tornou-se o nosso principal laboratório de antropologia para crianças.

oficinas romani

#PROJETOS

teatro

O INCRíVEL TEATRO DO MERCÚRIO

um projeto WAMÃE

 

O extravagante coletivo de atores que pesquisa técnicas de improviso e teatro de intervenção.

o incrivel teatro do mercurio

 

A Wamãe I Antropologia Pública está a produzir uma série para a RTP Play, "De tanto fingir encontrei-me".  Da experiência com o grupo de atores que integram este elenco nasceu um coletivo de teatro, "O Incrível Teatro do Mercúrio".  Estamos portanto perante uma junção entre antropologia e teatro como forma de pensar problemáticas e  intervir em territórios. "O Incrível Teatro do Mercúrio" partiu das metodologias do Teatro do Oprimido. Agora, procura as suas.